BDA promove Fórum Empresarial

21 jun 2016
"

O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) realizou no dia 26 de Novembro de 2015, o fórum denominado “Fórum Empresarial BDA”, decorrido sob o tema ”Desafios ao Desenvolvimento da Actividade Económica Produtiva – As Experiências de Clientes do BDA”.

O acto de abertura do fórum foi presidido por Leonel da Silva, Secretário de Estado do Tesouro, em representação do Ministro das Finanças Armando Manuel, que destacou a importância do Fórum empresarial em proporcionar elementos sólidos para reflecção sobre medidas relevantes para aceleração da economia nacional, na medida em que o Executivo antecipa um crescimento real do sector não petrolífero de apenas 2,4%, em 2015 e 2,7% em 2016, para um crescimento real do PIB de 4,0 e 3,3% respectivamente.

“Saudamos assim a Administração do BDA pela iniciativa e pela oportunidade da realização deste evento, na medida em que nas actuais circunstâncias que o país sofre das consequências do choque dos preços de petróleo, se torna mais ingente a necessidade de tornar a economia nacional menos vulnerável aos choques externos”, frisou.

Mais de 300 homens de negócios nacionais e estrangeiros abordaram as melhores soluções para alavancar a economia angolana durante o fórum empresarial, que analisou os desafios ao desenvolvimento da actividade económica produtiva, bem como as medidas para a melhoria do ambiente para o sucesso do investimento produtivo.

O fórum contou com a presença de 20 empresas angolanas financiadas pelo BDA que participaram como expositores e puderam trocar experiencias entre si.

Empresas como a Pipe, Macroservice, Agroinsumos e PTF – Projecto Terra do Futuro, todas financiadas pelo BDA, tiveram um momento para fazer a apresentação das suas empresas e suas actividades em simpósio.

A Pipe opera no sector agrícola, foi constituída em 2010, em Cacuso, Malanje, produziu no ano passado, 10 mil toneladas de milho, 1.000 de batata-doce. A empresa possui cerca de 100 colaboradores.

A Macroservice que opera na exploração e transformação de madeira foi fundada em 2005 e esta localizada no município de Cuma província do Huambo. A apresentação foi feita pelo representante da empresa Ari Nunda.

A Agroinsumos trabalha no sector do comércio de insumos e ferramentas agrícolas a apresentação foi feita pelo socio gerente Antonio Faustino Miranda.

Por último a PTF opera no sector agro-industrial, o projecto arrancou em 2009, no município da Quibala província do Cuanza Sul. O projecto conta com 60 jovens fazendeiros.

"
DCS_4077.JPG

O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) realizou no dia 26 de Novembro de 2015, o fórum denominado “Fórum Empresarial BDA”, decorrido sob o tema ”Desafios ao Desenvolvimento da Actividade Económica Produtiva – As Experiências de Clientes do BDA”.

O acto de abertura do fórum foi presidido por Leonel da Silva, Secretário de Estado do Tesouro, em representação do Ministro das Finanças Armando Manuel, que destacou a importância do Fórum empresarial em proporcionar elementos sólidos para reflecção sobre medidas relevantes para aceleração da economia nacional, na medida em que o Executivo antecipa um crescimento real do sector não petrolífero de apenas 2,4%, em 2015 e 2,7% em 2016, para um crescimento real do PIB de 4,0 e 3,3% respectivamente.

“Saudamos assim a Administração do BDA pela iniciativa e pela oportunidade da realização deste evento, na medida em que nas actuais circunstâncias que o país sofre das consequências do choque dos preços de petróleo, se torna mais ingente a necessidade de tornar a economia nacional menos vulnerável aos choques externos”, frisou.

Mais de 300 homens de negócios nacionais e estrangeiros abordaram as melhores soluções para alavancar a economia angolana durante o fórum empresarial, que analisou os desafios ao desenvolvimento da actividade económica produtiva, bem como as medidas para a melhoria do ambiente para o sucesso do investimento produtivo.

O fórum contou com a presença de 20 empresas angolanas financiadas pelo BDA que participaram como expositores e puderam trocar experiencias entre si.

Empresas como a Pipe, Macroservice, Agroinsumos e PTF – Projecto Terra do Futuro, todas financiadas pelo BDA, tiveram um momento para fazer a apresentação das suas empresas e suas actividades em simpósio.

A Pipe opera no sector agrícola, foi constituída em 2010, em Cacuso, Malanje, produziu no ano passado, 10 mil toneladas de milho, 1.000 de batata-doce. A empresa possui cerca de 100 colaboradores.

A Macroservice que opera na exploração e transformação de madeira foi fundada em 2005 e esta localizada no município de Cuma província do Huambo. A apresentação foi feita pelo representante da empresa Ari Nunda.

A Agroinsumos trabalha no sector do comércio de insumos e ferramentas agrícolas a apresentação foi feita pelo socio gerente Antonio Faustino Miranda.

Por último a PTF opera no sector agro-industrial, o projecto arrancou em 2009, no município da Quibala província do Cuanza Sul. O projecto conta com 60 jovens fazendeiros.